Versão 1.0
Inicio Acerca do Jogo do Ferramentas O Essencial sobre ABC Usar o Jogo de Ferramentas Ciclo do Projecto ABC Padrões de Projecto ABC Roteiro Passo a Passo
ROTEIRO PASSO A PASSO
Análise
Desenho
Implementação
Gestão da Informação & Conhecimento

<<  -  >>

IMPLEMENTAÇÃO PASSO 5: Assegurar sensibilidade ao género e diversidade nas operações do projecto


Durante o estágio de implementação, a sensibilidade ao género e diversidade nas operações do projecto vai permitir ao projecto ABC satisfazer adequadamente as necessidades chave de grupos diferentes.


RECURSO ÚTIL  

Elementos para Edificar a Equidade do Género da CARE Internacional

O propósito deste jogo de recurso é facilitar a integração de considerações sobre a equidade do género no ciclo do projecto. Ele abrange todo o ciclo do projecto, incluindo o estágio de implementação, providenciando orientação, listas de controlo e ferramentas para integrar a equidade do género nos projectos.

 

Implementação Passo 5.1: Assegurar que a logística do projecto leva em conta as necessidades e constrangimentos das mulheres e grupos marginalizados  

A logística do projecto ABC, tal como a localização e o ritmo das actividades do projecto, deveria ter em conta as necessidades e constrangimentos das mulheres e grupos marginalizados. Por exemplo, o ritmo da implementação das intervenções do projecto deveria ser planificado de modo a facilitar a participação total e activa das mulheres e grupos marginalizados. Assim, as actividades de desenvolvimento da capacidade deveriam ser realizadas em períodos do dia e do ano, em que as mulheres e outros grupos especiais não estejam tipicamente envolvidos em actividades importantes do agregado familiar ou da comunidade tais como reuniões do clã. Também é importante encontrar um local para as reuniões e actividades de treinamento onde as mulheres e outros grupos marginalizados se sintam confortáveis.

A forma mais eficaz de assegurar que a logística do projecto leva em conta grupos com necessidades particulares é assegurar o envolvimento contínuo das partes interessadas do projecto, particularmente os grupos vulneráveis, na planificação das actividades do projecto.

 

Implementação Passo 5.2: Rever as necessidades em recursos humanos, membros do pessoal do sexo feminino e marginalizados  

É provável que ao nível da comunidade haja algum pessoal do projecto que venha da área alvo. Isto não apenas reforça o sentido de pertença (ownership) do projecto pela comunidade, mas também poderia facilitar um melhor entendimento das características sócio económicas e culturais da comunidade. É importante ter uma boa mistura de pessoal feminino e masculino a trabalhar no projecto ABC. Isto facilitaria uma comunicação mais aberta e análise profunda de questões particulares afectando homens e mulheres. Em comunidades com grupos que sejam marginalizados, ter pessoal destes grupos também pode ajudar a assegurar que o projecto trabalha eficazmente com estes grupos.

O projecto deve assegurar que ao pessoal feminino sejam providenciados recursos de que elas precisam para levar a cabo o seu trabalho. Por exemplo, as facilitadoras comunitárias podem precisar de viatura, em vez de bicicleta, para viajar ateas comunidades em áreas conservadoras. Para além disto, o projecto deveria assegurar que todo o pessoal trabalha num ambiente seguro, e que necessidades especiais das mulheres, tais como o cuidar das crianças, são satisfeitas para promover eficiência no desempenho das tarefas.

 

Implementação Passo 5.3: Ajudar os parceiros a aumentar a sensibilidade ao género e diversidade na gestão e nas operações  

A organização coordenadora deveria tentar introduzir princípios e práticas positivas de sensibilidade ao género e diversidade entre os parceiros. Isto poderia ser feito através de treinamento, envolvimento conjunto em advocacia e mobilização social e apoio em desenvolvimento organizacional. Para além disto, a abordagem de aprender fazendo, é uma maneira eficaz de incorporar o género e diversidade na gestão e nas operações do projecto entre os parceiros. Por exemplo, através do envolvimento no projecto ABC, as organizações parceiras poderiam incorporar aspectos de género e diversidade nas suas políticas e outros planos de implementação do projecto.

^ Voltar ao topo

IMPLEMENTAÇÃO
Passos
1. Planejamento
2. Parcerias
3. Desenvolvimento da     capacidade
4. Gestão adaptativa
5. Género e     diversidade
6. Prontidão para a     emergência